Pela primeira vez na viagem consegui dormir directo, num total de dez horas. Isso, um belo banho e a barba feita fazem maravilhas ao corpo e ao espírito de qualquer homem. Isto é até descer e ir tomar o pequeno almoço. É que o cheiro de todas aquelas saladas e misturas deixam antever um estômago à prova de tudo, o que não é o meu caso.

O hotel em Tiberíades onde passei a noite estava na melhor localização possível, bem junto ao Mar da Galileia. A vista do amanhecer é fantástica, com os primeiros barcos a iniciarem as travessias logo pelas sete da manhã. Por momentos pensei sonhar quando ouvi o hino americano a sair de um dos barcos, mas não. É mesmo assim, a malta da terra do Tio Sam faz questão de atravessar o Mar da Galileia (que não é mais do que um grande lago) a ouvir ” The Star-Spangled Banner”.

Impressionante também é o espectáculo nocturno de água, luz e som mesmo à beira do lago. É de graça e valeria a pena se não fosse tão piroso. Eu explico! Estando num local com tanta história suposto era que, não caindo em espectáculos pirosos e previsíveis, ao menos existisse alguma história. Nada. A música é tecno e sempre a bombar e até a projecção de uma bola de futebol na água podemos ver. Piroso ao quadrado, mas não menos espectacular.

Largámos logo cedo de manhã rumo a Tzfat (ou Safed), uma cidade que curiosamente é geminada com a Guarda. Particularmente é uma cidade que gosto muito, tem qualquer coisa no ar. Foi ali que dizem ter sido escrita a Cabalah, o livro místico do judaísmo. A pequena cidade situa-se no alto de um pequeno monte e encontra-se extremamente desorganizada, com obras em curso, mas vale a pena uma visita demorada. O conselho é perder-se nas ruas estreitas e cheias de charme de Tzfat. Em cada janela ou porta há um apontamento que merece ser fotografado. Depois é entrar numa das inúmeras galerias de arte moderna e perder a cabeça. E já que se fala em perder a cabeça, entrar na sinagoga de Abuhav (1490)  é um regalo aos olhos e uma experiência que será guardada a sete chaves para sempre.

Foi aquyi perto que comprei a minha mezuzah. Trata-se de uma pequena caixa colocada à entrada de um lar judaico, que contém um pequeno pergaminho com versos em hebraico retirados da Torah, entre os quais se encontra o Shema Yisrael (“Ouve, oh Israel,  o Senhor nosso D-us é o único D-us”. Desta forma a casa fica abençoada. Infelizmente a minha mezuzah foi vandalizada à vários anos, uma vez que se encontra no exterior do lado direito, o que explica os vários azares que tenho sofrido. 🙂 Quem ficar curioso em saber mais sobre as mezuzah aconselho uma pesquisa mais aturada, porque existem várias curiosidades na sua elaboração. Por exemplo, quem as escreve, uma vez começado o processo da escrita não pode parar ou levantar a pena.

O tempo não era muito e partimos novamente rumo a Tiberíades, desta feita para o Museu de Dona Graça Nassi, também conhecida por Senhora. Vale a pena tabém investigar, a história de uma judia portuguesa, a mulher mais rica do mundo no seu tempo, que primeiro sonhou com a construção de uma pátria para todos os judeus em Israel e que chegou a adquirir Tiberíades para esse efeito. Fantástico!

E finalmente, no caminho para Jerusalém demos um pulo ao Mar Morto. Pura desilusão, embora me reserve para uma segunda opinião, já que no próximo sábado vou lá passar o dia. Sim, ninguém se afoga, tal a concentração de sal; sim, arde para caraças; sim, tem gente a bezuntar-se de lama e a fazer figuras tristes; tem ainda grupos de missionários em alegres cantorias e em círculo, como se fossem os tipos mais felizes do mundo. Ah, e sim vendem cremes do mar morto!

Agora já estou em Jerusalém, com o meu multibanco a não funcionar (o que é uma alegria). Esta noite vou dar um salto ao Muro das Lamentações (Kotel) e passear no bairro judaico. Amanhã espero ter um dia verdadeiramente especial, pois será a primeira vez que estarei em Shabat em Jerusalém. 🙂

Anúncios

2 comentários

Filed under Israel

2 responses to “

  1. NG

    Desejo-te um feliz e abençoado Shabat! Beijos

  2. Cátia

    fantástico como sempre!! have fun!! beijocas 😉

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s